Águas Thermais

As águas da Pousada Thermas Alphaville por serem quentes e naturais a uma temperatura de até 40ºC são indicadas por profissionais da saúde em diversos tratamentos. A vantagem do tratamento hidromineral quente é que o corpo relaxa por completo, bem como as articulações săo menos forçadas e podemos nos exercitar melhor dentro da água diminuindo nosso peso-empuxo (70%).
Suas propriedades auxiliam no tratamento de algumas doenças, tais como:  afecções reumáticas de fundo alérgico, gastrite, artrite, fibromialgia, nevralgias,  afecções articulares, abaixa a pressão arterial, especialmente na arteriosclerose,eliminação de depósito gotoso,melhora a digestão gástrica e duodenal, aumenta a vitalidade sexual, ação notável nas afecções do nervo ciático.

 

Já foi comprovado cientificamente que as águas  termais possuem efeitos benéficos sobre as afecções do aparelho digestivo,aumento da diurese e excreção do ácido úrico, produz efeito sedativo sobre o sistema nervoso, estimulante do metabolismo das glândulas endócrinas.

 

Um Pouco de História...

 

As águas são um retrato dos solos por onde passam e algumas vezes brotam de regiões extremamente profundas e de regiões de origens vulcânicas. Arrastam com elas uma infinidade de substâncias benéficas. 

Quando dissolvidas em quantidades específicas, estas substâncias proporcionam às águas características terapêuticas bem particulares. 
No Brasil, existem diversas fontes hidrominerais com características terapêuticas pelos estados de Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Bahia e Santa Catarina. Não se sabe ao certo quando se deu o ínicio o uso das águas com poder de cura. Os primeiros relatos registrados são de 2600 anos atrás na Grécia antiga. Há na mitologia grega, uma lenda que diz que Pégaso, o cavalo alado, teria dado um coice em uma rocha provocando a abertura de uma fenda, de onde teria brotado a primeira água mineral com poder de cura. Apesar do estudo dos gregos, foram os romanos que desenvolveram terapias curativas utilizando os diversos tipos de águas disponíveis nos territórios por eles conquistados. As termas quentes ou frias eram utilizadas para combater o cansaço dos soldados, restaurar as energias, curar feridas e até tratar de alguns males crônicos. 

No Brasil, existem relatos de que os índios utilizavam águas com poderes curativos para diversos tipos de tratamentos, inclusive dos males contraídos pelo contato com o homem branco. Porém, foi com a chegada da família imperial portuguesa que aconteceu uma avaliação científica de nossas estâncias hidrominerais e suas reais propriedades terapêuticas.